ADMISSÃO DE SEIS NOVOS SÓCIOS


Agosto- mês do Desenvolvimento do Quadro Social e Expansão.
O Rotary Clube do Lobito, dentro da dinâmica que tem vindo a implementar desde a sua exitência, e no cumprimento de uma das grandes orientações do Rotary Internacional (RI),aos 13 de Agosto do corrente mês aumentou o seu quadro social de vinte quatro para trinta sócios representativos.

Isto tem sido possível, porque os sócios se têm empenhado nesta tarefa, uns mais que outros, lembrando-se dos seus amigos, parentes ou conhecidos e que o olhem com os olhos do Rotary,usando o bom senso e a creatividade, tomando por base, particularmente, os seguintes princípios:

– de que necessitamos de sócios que respeitem as nossas tradições, mas que tenham os olhos no futuro.
– Precisamos de sócios de todos os tipos, homens, mulheres, jovens e mais velhos, com qualidades de liderança.
– Precisamos de líderes prontos a aceitar responsabilidades.
– Precisamos de sócios que proponham novas ideias.
– E também precisamos de sócios que verdadeiramente queiram participar das reuniões, que queiram estar informados, que queiram conhecer as normas do Rotary.

Novos sócio representativos do Rotary Clube do Lobito

Os companheiros recentemente admitidos pelo Rotary Clube do Lobito, e incritos no RI de facto reunem estes pricípios :
1- Rui Fernandes, jornalista e tendo como padrinho a comp. Elizabeth João
2- Faustino Cacuma, empresário e tendo como padrinho o comp. António Adão
3- Francisco Garcia, empresário tendo como padrinho o comp. Jorge Crisóstomo
4- Isabel Correia, empresária tendo como padrinho o comp. Manuel Correia.
5- Daniela Quaresma, Psicóloga Clínica, tendo como madrinha Filomena Quaresma
6-Hernany Suco, oficial das FAA tendo como madrinha Filomena Quaresma

Sem dúvida que os seis novos sócios, identificam-se com os valores do Rotary e compartilham o ideal de servir, facto demonstrado e comprovado antes das suas admissões no RI , com assiduidade as reuniões e pelo seu empenho e integração em actividades levadas acabo pelo clube, assim como nos transmitem a esperança de trazerem novas ideias, energia e diversidade ao clube. Os novos sócios foram empossados sob o lema deste ano rotário “Servir Rotary, Transformar Vidas” e estamos convictos que eles serão agentes dessa transformação , agindo na melhoria das condições de vida das comunidades, sobretudo as mais carentes em busca da Paz. Além disso, são capazes de transformar as nossas esperanças em realidades vivas, através do nosso lema ” Dar se Si Antes de Pensar Em Si”trabalhemos junto nossas esperanças e façamos a humanidade mais feliz.

O importante a reter neste capítulo é de que a responsabilidade pelo aumento e manutenção do quadro social não deve ficar somente a cargo da Comissão de Desenvolvimento do Quadro Social do Clube. É um dever e uma obrigação de todos os sócios.

Por outro lado, muito to embora o Conselho Director do Rotary International tenha destacado este mês como um mês especial dedicado ao assunto, faz-se mister que a preocupação em procurar e propor novos sócios seja permanente.

É muito importante que cada Rotário ou Rotária se consciencialize desta responsabilidade, pois a estagnação leva ao marasmo, e consequentemente dificulta a retenção, traduzindo-se na actual crise do RI.

DISCURSO TOMADA DE POSSE 2012- 2013


DISCURSO TOMADA DE POSSE

myimage.jpeg

Caros companheiros, caros convidados, minhas senhoras meus  senhores.

Bem vindos a transmissão de tarefas do Presidente do Rotary Clube do Lobito 2012-2013. É uma honra contar com uma mesa tão rica e com extraordinária participação de companheiros e amigos.
Assumo hoje, honrosamente, o lugar de Presidente do Rotary Clube do Lobito. Por isso, estou muito feliz. Certamente, um dos dias mais felizes da minha vida, tal qual quando conheci a companheira Felisbela Crisóstomo e com ela me casei. Mulher carinhosa, amiga, conselheira e companheira de todas as horas.
Feliz pelo facto de todos os companheiros terem depositado em mim, confiança para conduzir o destino do nosso clube pois, sem me conhecerem como rotario não hesitaram na minha indicação, facto que reforça ainda mais o meu empenho e dedicação à todas as causas pelo clube abraçadas.

Estou feliz, porque esta Escola de vida que se chama Rotary, que nos ensina cidadania, ética, solidariedade, companheirismo e tantas outras disciplinas inerentes aos homens de bem, que nos faz distinguir dos demais.
É nos momentos difíceis que mais se justifica a nossa solidariedade e que mostramos ser realmente “ companheiros”.
Apesar do meu empenho, tenho limitações. É indispensável contar com trabalho dedicado de todos os companheiros integrantes do Clube, com o apoio dos nossos parceiros e da sociedade civil, na concretização dos objectivos a que nos propomos.
Para que o nosso Clube se torne mais actuante devemos estar unidos, comunicar-nos e, de nos inteirar mais sobre as nossas acções humanitárias, educacionais, sociais na nossa comunidade, província e no país a fim de que possamos levar ao conhecimento da sociedade a imagem pública do Rotary. Para que possamos ser bem sucedidos, impõem-se mudanças de comportamento e maior senso de responsabilidade no nosso seio. O historiador Henry Steele dizia “a mudança não garante o progresso, mas o progresso implacavelmente requer mudanças”. Estamos todos convictos, de que a direcção anterior deste Rotary Clube fez grandes progressos, na organização do clube e no desenvolvimento de actividades humanitárias que nos permitiu atingir o actual estado de credibilidade perante aos nossos parceiros e a sociedade. Esta será indubitavelmente a forma de obtermos resultados positivos e enaltecer o nosso Clube, dignificando simultaneamente todo o Movimento Rotário.
Caros companheiros sendo o lema rotário : “Dar de Si Antes de Pensar Em Si” iremos com certeza continuar a deparar-nos com situações de carência, de fragilidades na nossa comunidade ao qual tentaremos responder com o habitual espírito de solidariedade e dentro das nossas possibilidades. Sendo este lema o mais importante do Rotary, subentendemos de que quando doamos conhecimento, tornarmo-nos mais sábios. Quando doamos amor, tornamo-nos mais amados. Quando proporcionamos felicidade aos outros, tornamo-nos mais felizes. Para seguirmos plenamente este lema precisamos de liderança, companheirismo, diversidade, integridade e Serviços Humanitários o que fazem do Rotary uma instituição exemplar, admirada e respeitada internacionalmente. Entretanto esses valores não são exclusividade do Rotary e dos rotários. Há muitas pessoas que comungam desses valores. Neste sentido apelo à todos os companheiros de identificá-las e trazê-las para compartilhar o Ideal de Servir.

No mandato que agora se inicia, conto particularmente, como companheiro presidente, com os companheiros que compõem o nosso concelho Director:
· Filomena Quaresma Passe Presidente
· José Augusto – Director do Protocolo
· Teresa Costa – Secretaria
· Edine Costa -Tesoureira
· António Semedo – Presidente das comissões
· Manuel Correia – Presidente Eleito

Faremos tudo para que o Plano Anual de Actividades seja o retrato do clube, e que represente de forma simples e objectiva, as possibilidades reais e os anseios dos seus associados.
Na escala de prioridade as actividades mais importantes são:
· Aumentar o Quadro Social do Clube; (sentimos a necessidade de adicionar novas profissões);
· Contribuir para a Fundação Rotária;
· Participar activamente no Programa da Polio Plus rumo a erradicação da poliomielite no planeta terra;
· Dar continuidade do projecto HTA e com regularidade.
· Colocar no ar o Site do Clube;
· Criar a curto prazo o Boletim do Clube com periodicidade mensal;
· Continuar a trabalhar com o nosso principal parceiro, a Administração Municipal do Lobito (campanhas de limpeza, arborização, Poda de Arvores e outros que possam surgir a favor da comunidade e dos mais desfavorecidos );
· Ao longo deste ano rotário pretendemos organizar ciclos de palestras inspiradoras, informativas e inovadoras, abertas a comunidade, com objectivo de divulgar conhecimento e riqueza cultural;
· Continuar com os projectos de apoio aos centros de alfabetização de adultos nomeadamente o “ Centro de Alfabetização Paulo Pequeno “ cito no Morro da Rádio pelo que oportunamente endereço os meus sinceros agradecimentos ao companheiro José Augusto pelo seu empenho nesta matéria;
· Dar sequência ao apoio à missão da Missão da Hanha –Municipio do Cubal e elaborar projectos de artes e ofícios ( costura e carpintaria ) de forma faseada para que possamos contemplar os jovens daquela missão e arredores;
· Apoiar e dar inicio a outros tantos projectos em benefícios das comunidades;
· Aumentar o nível de conhecimento de todos os associados em matéria de Rotary através de palestras;
· Seguir rigidamente os regulamentos e normas do Rotary Internacional no que concerne aos nossos direitos e responsabilidades com esta instituição centenária;

Contudo, não seria muito ético da minha parte terminar a minha intervenção sem fazer referência a mensagem do Presidente do Rotary Internacional 2012-2013 Sakuji Tanaka relacionadas com o lema deste ano “Paz Através do Servir “ das quais passo a citar algumas:
“A paz, é algo que podemos encontrar e alcançar a cada dia e de maneira muito simples. Independentemente de sua definição, é uma meta verdadeira e realista para o Rotary. A paz não é algo que pode ser alcançada apenas por tratados, por governos ou por actos heróicos. Ela pode ser definida como um estado de ausência de guerra, violência e medo. Significa não estar em risco de fome ou perseguição ou em estado de miséria. Paz pode significar liberdade de expressão e pensamento, liberdade de opinião e de escolha. Pode representar segurança e confiança no futuro, ou seja uma vida e um lar numa sociedade estável”.

Em jeito de conclusão, gostaria de vos dizer “ conto com todos os companheiros, juntos vamos contribuir para que o nosso Clube seja mais actuante, mais forte, pois unamo-nos em torno das causas nobres do movimento rotário, estimulando e fomentando o ideal de servir, com base no empreendimento digno, com vista à construção de um mundo mais solidário e fraterno.
Termino com uma palavra de incentivo e de esperança: Vamos ser todos muito positivos. Os resultados hão de aparecer, pois “Nenhum de Nós é Melhor Que Todos Nós Juntos .
A Madre Teresa tivera dito :” o que eu posso fazer, tu não podes. O que tu podes fazer, eu não posso. As necessidades são grandes e ninguém, inclusive eu, consegue fazer grandes coisas. Mas podemos fazer pequenas coisas com muito amor e juntos faremos algo maravilhoso “ Estas palavras para mim sintetizam de que devemos trabalhar em parceria.
Caros companheiros, sabemos que em Rotary não se agradece, mas como estou entre amigos, atrevo-me a desejar-vos uma continuação de boa noite e muito obrigado pela vossa presença e não se esqueçam “ Nenhum de Nós é Melhor Que Todos Nós Juntos “

AGOSTO – MÊS DO DESENVOLVIMENTO DO QUADRO SOCIAL


De acordo com o calendário rotário o mês de Agosto é mês do Desenvolvimento do Quadro Social dos Rotary Clubes.

O desenvolvimento do quadro social e a expansão do RI são a essência de nossa organização. A força dos Rotary Clubs e de sua associação internacional depende de nossa capacidade de atrair novos sócios qualificados, primando pela sua diversificação.

A necessidade contínua de propor novos sócios qualificados recai sobre cada um de nós, uma obrigação intrínseca ao privilégio de fazer parte do quadro social de um Rotary Club.
Partindo deste princípio o nosso jovem Rotary Clube irá admitir neste mês de Agosto mais cinco novos sócios bastante jovens, talentosos e de diferentes profissões, que serão sem dúvida uma mais valia para o movimento rotário em Angola .

Diz o velho ditado “sonhar não é proibido“, será que daqui há um ano estará o nosso Rotary Clube em condições de apadrinhar um novo Rotary Clube? Pois enquanto há vida , há esperança, e se este sonho se transformar em realidade será sem dúvida um grande contributo da nossa parte para o crescimento do movimento rotário em Angola e no mundo.
Caros companheiros vamos tornar todos os meses deste ano rotário como se de Agosto se trata-se sob o lema “Proponha Um e Retenha Um”sócio.